Convidados Especiais

bia bedran.png

Bate-papo e Pocket-Show de Cantos e Contos com a Convidada Especial Bia Bedran

Dia 25/03 - 19h

Palco Cultural

 

Bia Bedran nasceu em Niterói, RJ, em 1955. É mestre pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em Estudos Contemporâneos das Artes, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), graduada em Musicoterapia e Educação Artística, cantora, compositora, atriz e escritora.É autora de 14 livros infantis e gravou e produziu mais de 10 CDs, sempre mesclando o canto e a narrativa. Recebeu diversos prêmios ligados à música e ao teatro ao longo de toda sua vida. Em mais de 35 anos dedicados ao público infantil, ela construiu uma carreira de sucesso, participando ativamente da infância de várias gerações, educando, permeando sonhos e estimulando a criatividade de crianças do Brasil inteiro.

´Cordeis que Educa e transforma´ com o Convidado Especial Costa Senna

Dia 26/03 - 15h

Palco Cultural

Costa Senna, cearense nascido em Fortaleza, radicado em São Paulo, é cantor, ator, compositor e poeta. Aborda em suas criações temas socioculturais, ecológicos e multidisciplinares. Homem eclético, mostra em suas performances toda versatilidade do artista popular que traz na alma a habilidade, a linguagem de fazer o povo rir e pensar. Realiza Shows, literatura de cordel, música, palestras e oficinas.

Costa.png
BABI.png

Babi Dewet nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e formou-se em Cinema. Começou a sua carreira escrevendo fanfics e publicou a trilogia Sábado à noite (Generale) em 2012. Amante de música, é apresentadora e produtora de shows e eventos de cultura coreana e pop, e possui um canal no YouTube sobre a sua vida, além de fazer parte do KPAPO, o primeiro podcast Originals do Spotify sobre kpop e hallyu. Na verdade, Babi sempre quis ser uma rockstar, mas acabou escrevendo livros e textos recheados de música.

Bate-papo sobre kpop com a Convidada Especial

Babi Dewet

Dia 26/03 - 19h

Palco Cultural

pedro.png

Bate-papo sobre poesias no guardanapo com o Convidado Especial Pedro gabriel, autor do ´Eu me Chamo Antonio´

Dia 27/03 - 14h

Auditório Literário

 

Pedro gabriel nasceui na capital da República do Chade, país localizado na região centro-norte da África, Pedro Antônio Gabriel Anhorn é filho de uma professora de História brasileira e de um suíço que tinha a ajuda humanitária como ofício. Educado em francês, chegou ao Brasil aos 12 anos de idade — e até os 13 anos não formulava uma frase correta em português. A partir da dificuldade na adaptação ao idioma, que lhe exigiu muita observação tanto dos sons quanto da grafia das palavras, Pedro desenvolveu talento e sensibilidade raros para brincar com as letras. Para seu livro de estreia, realizou uma curadoria que reduziu mais de mil criações para as cerca de 100 peças que habitam as 192 páginas da obra, sendo 90% inéditas.

bruna e paula.png

Bate-papo ´Autor e Leitor´ com as Convidadas Especiais Paula Pimenta e Bruna Vieira

Dia 27/03 - 19h

Palco Cultural

A mineira Paula Pimenta é, de acordo com sua própria definição, “autora de livros cor-de-rosa”. É também um fenômeno: escreveu mais de 20 títulos, possui mais de dois milhões de exemplares vendidos e teve suas obras publicadas em países como Espanha, Itália, Portugal e toda a América Latina.Sua trajetória literária teve início em 2001, com o lançamento da coletânea de poemas Confissão. Mas o sucesso chegou para valer em 2008, quando a divulgação boca a boca entre os fãs transformou o romance adolescente Fazendo meu filme num best-seller. Isso fez com que as aventuras da jovem Estefânia Castelino Belluz, a Fani, personagem principal do livro, virassem uma série composta por cinco títulos, que, mais tarde, ganharia também versão em HQ, um diário e uma edição especial de 10 anos.Em 2011, o spin-off Minha vida fora de série mostrou aos leitores como era a vida dos já conhecidos e queridos personagens três anos antes de a história de Fazendo meu filme começar.Paula Pimenta também lançou dois livros de crônicas, seguindo uma linha mais autoral, com histórias com as quais todos se identificam. Paula foi escolhida pela evista Época como um dos 100 brasileiros mais influentes em 2012 e em 2014 foi a autora que mais vendeu livros no Brasil, segundo o ranking da PublishNews.

Bruna Vieira é empresária, blogueira, youtuber, podcaster e escritora best-seller. Nasceu em 1994 em Leopoldina, interior de Minas Gerais, mas vive em São Paulo desde que decidiu brincar de ser gente grande. Aos 15 anos, criou um blog para superar uma desilusão amorosa por meio da escrita, o Depois dos quinze, e a partir disso viu sua vida mudar. Os posts foram tendo enorme sucesso, a audiência cresceu e explodiu. Ela se tornou colunista fixa da revista Capricho, e é seguida por milhares de leitores e fãs pelas redes sociais, em seus perfis no Instagram, no Twitter, no Facebook e no YouTube, nas quais compartilha em vídeos e textos suas experiências pelo mundo. Grande influenciadora digital, já participou de campanhas em todas as mídias para marcas globais e locais de diversos segmentos, principalmente relacionados a público jovem. Ela é autora de dois livro de crônicas e contos, Depois dos quinze e A menina que colecionava borboletas, e também nas graphic novels Quando tudo começou e O mundo de dentro, ilustradas pela Lu Cafaggi (que tiveram edições na França e em Portugal). Bruna também é autora da série de ficção Meu primeiro blog, da qual o volume 1, De volta aos quinze, vai virar série da Netflix, estrelada pela Maisa. O terceiro volume, De volta ao amor, está para sair em breve, assim como o seu primeiro livro de poemas, Meu corpo virou poesia. Além disso, Bruna apresenta o podcast Depois dos quinze e coapresenta o Perdidas no recreio, com Nath Araújo e Giovanna Grigio, disponíveis no Spotify. 

julio.png

Júlio Emílio Braz é um ilustrador e escritor de literatura infantojuvenil, autodidata. Sua carreira literária começou quando estava a ficar desempregado.​Júlio nasceu em Manhumirim, MG, começou a escrever pequenas histórias com 7 anos, começou a escrever profissionalmente aos vinte e um anos. Segundo Júlio, sua paixão sempre foi história, apesar de não poder concluir o curso de História, e acabou formando-se em Contabilidade. ​Ele escreveu desde roteiro para histórias em quadrinhos (publicadas no Brasil, Portugal, Bélgica, França, Cuba e EUA) até livros de bolso de faroeste, com diversos pseudônimos. ​Após receber elogios, começou a se destacar, tendo novas oportunidades para publicar seus contos em algumas editoras. Escreveu romances de faroeste com 39 pseudônimos diferentes. Depois de começar a escrever livros ficou conhecido mundialmente e ganhou prêmios como o Austrian Children Book's Awards e o Blue Cobra Award do Swiss Institute for Children's Books. Desde então, Júlio passou a escrever comédias, suspense e ação. Um de seus livros de mais sucesso é "Esperando os Cabeças Amarelas". ​Na televisão, escreveu quadros para o programa Os Trapalhões, da TV Globo, e uma telenovela em dez capítulos para uma emissora do Paraguai. É autor de livros infanto-juvenis, entre eles Saguairu, que obteve o Prêmio Jabuti em 1989. Entre suas outras obras, destacam-se os livros "Uma Pequena História de Natal", "Anjos no aquário", "Crianças na escuridão", "Felicidade não tem cor" e "Corrupto". Escreveu em parceria com a escritora Léia Cassol a obra "Uma História Apaixonada & A Gota: uma biografia bem apressada." ​Hoje tem por volta de 169 livros publicados, todos destinados a crianças e adolescentes. A obra Crianças na Escuridão já foi traduzida para o alemão e para o espanhol.

Bate-papo sobre escritas com o Convidado Especial Júlio Emílio Braz

Dia 27/03 - 20h

Auditório Literário

roseana.png

Bate-papo sobre Poesias com a Convidada Especial Roseana Murray

Dia 28/03 - 18h

Auditório Literário

 

Roseana Murray é autora de livros de poesia e contos para crianças, jovens e adultos. Graduada em Língua e Literatura francesa pela Universidade de Nancy através da Aliança Francesa. Recebeu ao longo de sua carreira os Prêmios: A.P.C.A, O Melhor de Poesia da F.N.L.I.J ( ( por quatro vezes) , Prêmio A.B.L para livro infantil. Recebeu por diversas vezes a láurea “Altamente Recomendável da F.N.L.I.J. Faz parte da Lista de Honra do Organismo Internacional I.B.B.Y que abriga os melhores autores de literatura infanto-juvenil do mundo. Trabalha com o Projeto de Leitura Café, Pão e Texto, recebendo Escolas Públicas em sua casa para um café da manhã literário. Faz palestras sobre a Formação do Leitor. Tem cerca de cem livros publicados. 

Elisa Lucinda é Poetisa, jornalista, escritora, cantora e atriz. Elisa Lucinda nasceu ao meio dia, de um domingo de Carnaval, na cidade de Vitória do Espírito Santo, em dia de Yemanjá. É uma das autoras que mais vendem no Brasil. Seus livros, em sucessivas edições, percorrem o país sendo lidos, interpretados, encenados, enquanto seu nome figura dando títulos a bibliotecas e outros espaços de leitura. Elisa, que, nas palavras de Nélida Piñon, “Tem a linguagem em chamas.”, possui dezoito livros publicados, dentre os quais a Coleção Amigo Oculto, de livros infantojuvenis, que lhe rendeu, em 2002, o prêmio Altamente Recomendável [FNLIJ] por A Menina Transparente. Lucinda encena e circula muito de sua obra pelos palcos brasileiros e estrangeiros, e comemora o reconhecimento de ser uma das escritoras que mais popularizam a poesia em nosso tempo. Versos de Liberdade, que ensina a palavra poética aos jovens que cumprem medidas, pessoas em vulnerabilidade e pessoas trans é um dos projetos que a sua instituição Casa Poema desenvolve, entre cursos de Poesia Falada para todos. Com o seu romance Fernando Pessoa, o Cavaleiro de Nada, que tem prefácio do incensado escritor moçambicano Mia Couto, foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2015. Depois de Vozes Guardadas, seu décimo sétimo livro, a multiartista lançou O Livro do Avesso, o Pensamento de Edite, pela editora Malê, em 2019. “Sou uma artista comprometida com o meu tempo. Se minha arte não servir para trazer alguma luz sobre a contemporaneidade, ela não me interessa. Arte é uma forma de conhecimento.” Diz a artista.

MOSTRAR MENOS

"Palavra é poder" com a Convidada Especial

Elisa Lucinda

Dia 28/03 - 19h

Palco Cultural